música
Buscador

Letra de Presente Ordinário - Barao Vermelho

Letra de canción de Presente Ordinário de Barao Vermelho lyrics

Pra que me serve o pente
Se eu não quero desenrolar os cachos?
O que eu acho não se escreve
E os seus lábios, eles sabem o que faço

Pra ter mistério invente
Como um cérebro pedindo mais espaço
Pra que me serve o pente
Se eu não quero desenrolar os cachos?
Quis um dado com o 7
Fiz um maço de 21 cigarros

Fala de seus pais
Que cobrem os seus pés com pés de lã
https://www.coveralia.com/letras/presente-ordinario-barao-vermelho.php
Cospem de manhã
E o novo namoro da sua irmã irá durar

Pra sempre, que é pra sempre que a gente quer
Pra sempre, que é pra frente que a gente vai
Pra sempre, que é pra frente que a gente quer

Uh! E o pente que eu falo nessa canção
Irá moldar com esses fios
A auréola da sua santidade
E colar pérolas em seu ninho


Letra subida por: Anónimo

Vota esta canción:
0/10 ( votos)

Discos en los que aparece esta letra:

La letra de canción de Presente Ordinário de Barao Vermelho es una transcripción de la canción original realizada por colaboradores/usuarios de Coveralia.
Barao Vermelho Presente Ordinário lyrics is a transcription from the original song made by Coveralia's contributors/users.

¿Has encontrado algún error en esta página? Envíanos tu corrección de la letra