música
Buscador

Letra de História De Uma Bala - Herbert Vianna

Letra de canción de História De Uma Bala de Herbert Vianna lyrics

Uma pequena explosão
Uma fração de segundo
O metal não é nobre
É mero chumbo
Mas viaja longe, atravessa o mundo
E vai
O bonde do mal na rua
E a paz de alguém está por acabar
Não leva em conta a gestação
A dor da luz
Ignora caminhos
Noites em claro
https://www.coveralia.com/letras/historia-de-uma-bala-herbert-vianna.php
Ri de amores e de sacrifícios
Dos deveres de escola, dos aniversários
E declara arrogante "Chegou a hora!"
Afinal é só a morte, uma notícia comum
No jornal no chão de um supermercado
Sem lógica, razão, sem aviso algum
Há quem pense em matar pra não morrer
Há quem pense em morrer pra não sofrer
Às vezes penso em fugir
Às vezes só penso em fugir daqui

Letra subida por: Anónimo

Vota esta canción:
0/10 ( votos)

Discos en los que aparece esta letra:

La letra de canción de História De Uma Bala de Herbert Vianna es una transcripción de la canción original realizada por colaboradores/usuarios de Coveralia.
Herbert Vianna História De Uma Bala lyrics is a transcription from the original song made by Coveralia's contributors/users.

¿Has encontrado algún error en esta página? Envíanos tu corrección de la letra