música
Buscador

Letra de Os Outros Românticos - Caetano Veloso

Letra de canción de Os Outros Românticos de Caetano Veloso lyrics

Eram os outros românticos, no escuro
Cultuavam outra idade média, situada no futuro
Não no passado
Sendo incapazes de acompanhar
A baba Babel de economias
As mil teorias da economia
Recitadas na televisão
Tais irredutíveis ateus
Simularam uma religião
E o espírito era o sexo de Pixote, então
Na voz de algum cantor de rock alemão
Com o ódio aos que mataram Pixote a mão
Nutriam a rebeldia e a revolução

E os trinta milhões de meninos abandonados do Brasil
Com seus peitos crescendo, seus paus crescendo
E os primeiros mênstruos
Compunham as visões dos seus vitrais
E seus apocalipses mais totais
E suas utopias radicais

Anjos sobre Berlim
"O mundo desde o fim"
E no entanto era um SIM
E foi e era e é e será sim

Enviar letra por email a un amig@ Vota esta canción:
0/10 ( votos)
Compartir en Facebook

Discos en los que aparece esta letra: Estrangeiro , Antologia 67/03

La letra de canción de Os Outros Românticos de Caetano Veloso es una transcripción de la canción original realizada por colaboradores/usuarios de Coveralia.
Caetano Veloso Os Outros Românticos lyrics is a transcription from the original song made by Coveralia's contributors/users.

¿Has encontrado algún error en esta página? Envíanos tu corrección de la letra