música
Buscador

Letra de Fado É Canto Peregrino - Ricardo Ribeiro

Letra de canción de Fado É Canto Peregrino de Ricardo Ribeiro lyrics

Fado é canto peregrino
Fado de ontem é saudade
Fado de hoje é ansiedade
O de amanhã é destino

Nasce quando nasce a lua
Morre ao alvor matutino
Vagueia de rua em rua
Fado é canto peregrino

Se recorda uma aventura
Da risonha mocidade
Se recorda uma aventura
Da risonha mocidade
É lembrança que perdura
Fado de ontem é saudade

Canto da alma perdida
http://www.coveralia.com/letras/fado-e-canto-peregrino-ricardo-ribeiro.php
Pelos cantos da cidade
Canto da alma perdida
Pelos cantos da cidade
É mágoa da própria vida
Fado de hoje é ansiedade

Tem sempre um quê de pecado
Algo também de divino
Tem sempre um quê de pecado
Algo também de divino
Amor que passou é fado
O de amanhã é destino
Amor que passou é fado
O de amanhã é destino



Vota esta canción:
0/10 ( votos)

Discos en los que aparece esta letra:

La letra de canción de Fado É Canto Peregrino de Ricardo Ribeiro es una transcripción de la canción original realizada por colaboradores/usuarios de Coveralia.
Ricardo Ribeiro Fado É Canto Peregrino lyrics is a transcription from the original song made by Coveralia's contributors/users.

¿Has encontrado algún error en esta página? Envíanos tu corrección de la letra